Polícia

Lázaro obrigou refém a se declarar a mulher enquanto vítima era rendida

[Lázaro obrigou refém a se declarar a mulher enquanto vítima era rendida]
20 de Junho de 2021 às 07:44 Por: Divulgação Por: Redação Bnews

O baiano Lázaro Barbosa, 32 anos, que está sendo procurado por mais de 200 policiais há 12 dias, obrigou um refém a fazer uma declaração de amor para a mulher. De acordo com o site Metrópoles, na ocasião, o ‘serial killer do DF’ como está sendo chamado, invadiu a casa da família, amarrou os moradores e roubou pertences da residência. 

Segundo a vítima, o caseiro Joberson Sousa de Jesus, 29 anos, o suspeito perguntou há quanto tempo ele e a mulher, Simone Silvo e Silva, 29 anos, estavam juntos. Em seguida, pediu para que o marido se declarasse para a esposa, enquanto os dois eram amarrados juntos.

“Quando a gente falou que era casado há 10 anos, ele disse ‘faz uma declaração para sua mulher’, eu disse que não era bom com as palavras, mas ele mandou eu começar a declaração com ‘eu te amo'”, contou o caseiro ao portal.

O caseiro e seus três filhos, de 3, 6 e 10 anos, foram mantidos reféns por cerca de três horas. Lázaro invadiu a casa de Joberson na noite seguinte à chacina na Fazenda Vidal, onde quatro pessoas da mesma família foram mortas a facadas.

Na saída, o baiano chegou pedir desculpa a família e afirmou que só matou os quatro familiares porque eles reagiram ao assalto. “Se a gente é adulto e esse episódio não sai da nossa cabeça, imagina como isso tá na cabeça das crianças. Eles nem querem ficar aqui em casa mais”, contou o caseiro.

Leia também:

Lázaro Barbosa invadiu fazenda vizinha, roubou queijo e R$ 30, diz morador

Imagens associadas a Lázaro não são do assassino e foram feitas em terreiro invadido pela polícia

Classificação Indicativa: 16 anos


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar