Polícia

Jovem tem casa invadida e é raptada em Cajazeiras VIII

[Jovem tem casa invadida e é raptada em Cajazeiras VIII]
14 de Maio de 2021 às 09:15 Por: Arquivo pessoal Por: Márcia Guimarães

A jovem Laís Almeida Rabelo, 34 anos, teve a casa invadida na madrugada de quinta-feira (13), em Cajazeiras VIII, e foi sequestrada. A família da moça está desesperada em busca de informações sobre o paradeiro dela.

Por volta das 2h de quinta, o cadeado da residência foi quebrado, a porta arrombada e vizinhos contaram ter ouvido gritos. A bolsa com o cartão e os documentos pessoais de Laís foram deixados no local. Só foram levados o celular e o carregador dela. 

De acordo com a irmã de Laís, Fabíola Almeida, a casa não tinha sinais de luta e nada de valor foi levado, apenas foi encontrada uma marca de sangue na varanda. A perícia técnica esteve no local para recolher amostras e dar início à investigação.

Fabíola relata que a última localização do celular da irmã apontou para a rótula de Cajazeiras VIII poucos minutos após o sequestro. Testemunhas disseram que, horas antes do crime, viram dois homens em um carro sedan prata na rua da jovem, observando o local. 

Segundo a irmã, Laís não tinha envolvimento com o tráfico de drogas, não bebia, não usava entorpecentes e foi diagnosticada com depressão, inclusive fazia acompanhamento psicológico. A jovem não costumava conversar sobre relacionamentos com a família, o que deixa a situação ainda mais complicada, pois surgiram possibilidades distintas para o que pode ter acontecido com ela na madrugada de quinta-feira.

Fabíola cita que procurou amigos da irmã e soube que ela saiu recentemente com um rapaz que dizia ser bombeiro, mas abaram rompendo de forma um tanto abrupta. Contudo, não há informações sobre a identidade dele.

Outro detalhe que surgiu agora foi que Laís estava com medo de um pedreiro que fazia obras nas casas vizinhas à sua. O homem estaria entrando no local à noite e ela chegou a reclamar com a locadora da sua residência. Um cartão de passagem da jovem teria sumido e reaparecido poucos dias depois jogado em suas coisas.   

A terceira hipótese que a família considera é que um ex-traficante que foi expulso da região e já teria se vingado de uma mulher da mesma forma decidiu continuar o plano de vingança contra os moradores do loteamento e pegou Laís. A outra vítima, segundo Fabíola, apareceu esquartejada na CIA Aeroporto.

“Não temos noção do que aconteceu com a noção irmã. Estamos desesperados! A conta dela está intacta, não há nenhum sinal dela. Pelo amor de Deus, precisamos encontrar Laís bem, precisamos de ajuda”, pediu Fabíola, aos prantos.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar