Mundo

Assista: Mulher bate com esfregão em chefe acusado de assédio

[Assista: Mulher bate com esfregão em chefe acusado de assédio]
15 de Abril de 2021 às 20:36 Por: Reprodução/Youtube Por: Redação BNews

Uma funcionária pública que se queixou de receber mensagens de assédio do chefe foi filmada batendo nele com um esfregão. A ação, que aconteceu no nordeste da China, provocou uma discussão sobre a persistência do assédio no trabalho e transformou a mulher em sensação da internet.

Nas imagens, a funcionária identificada como Zhou, é vista atirando livros no rosto do chefe, identificado como Wang, e jogando água nele, além de atingi-lo com o esfregão.

Segundo reportagem do Estadão, ele esconde o rosto com as mãos, tentando se desculpar e dizendo que estava brincando quando lhe enviou as mensagens de texto. De acordo com canais de notícias locais, a mulher prestou queixa na polícia na semana passada, acusando Wang de assédio, e o vídeo começou a circular na internet nesta semana.

Muitos usuários demonstraram apoio à mulher, que recebeu elogios por modificar o equilíbrio de poder e foi chamada de defensora da justiça e de guerreira das artes marciais.

"Na maior parte das vezes, as mulheres são obrigadas a ficar em silêncio porque é difícil que um assédio sexual seja investigado", disse Lu em entrevista na terça-feira, 13. "Esta mulher assumiu a própria defesa. O fato de seu comportamento estar chamando tanta atenção é um reflexo de que não há meios melhores", disse Lu Pin, ativista feminista chinesa.

O acusado é vice-diretor de uma agência de alívio à pobreza no distrito de Beilin em Suihua, cidade na província de Heilongjiang, que fica 1.100 quilômetros a nordeste de Pequim. O homem foi demitido do cargo conforme as medidas disciplinares do Partido Comunista, segundo a agência de notícias estatal Xinhua. 

Ainda de acordo com o Estadão, a funcionária não foi punida, e autoridades disseram que ela tem uma "doença mental" não especificada. Não foram dados mais detalhes.

Assista:

Lei 

Desde 2005 a China adotou uma lei que proíbe o assédio sexual e dá às vítimas o direito de prestar queixa dos chefes. 
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar